Resenha: Não Se Iluda, Não

05:24 Luca Alves 13 Comments

Autora: Isabela FreitasEditora: IntrínsecaPáginas: 266 

Sinopse:
Depois de passar um ano sem namorado, Isabela está determinada a realizar o grande sonho de ser uma escritora reconhecida. Resolve dar os primeiros passos anonimamente, criando um blog onde assina como A Garota em Preto e Branco. Em seu diário virtual, ela desabafa, fala dos amigos, dos não tão amigos assim, e confessa suas aventuras e desventuras amorosas. Assunto é o que não falta. 
Durante uma temporada agitada em Costa do Sauípe, na Bahia, acompanhada por Pedro, Amanda e sua insuportável prima Nataly, Isabela conhece o irresistível Gabriel, um sujeito praticamente perfeito, a não ser por um pequeno detalhe... Entre shows e passeios na praia, Isabela precisa admitir para si mesma que sente uma atração cada vez maior pelo seu melhor amigo. 
Em seu segundo livro, Isabela Freitas dá sequência às histórias dos personagens de “Não se apega, não”. Dessa vez, com a cabeça nas nuvens e os pés firmemente no chão, a personagem Isabela vai em busca daquilo que seu coração realmente deseja, mesmo quando seu caminho é bem acidentado e cada curva parece esconder uma nova surpresa.

Resenha: 
Quando eu li o Não Se Apega, Não, lá no comecinho desse ano, achei que algumas personagens me deviam satisfações do final. Não imaginei que teria uma continuação, mas vi fumaça entre algumas histórias contadas pela Isabela, personagem e autora, que no segundo se confirmaram as evidencias de fogo e eu fiquei tipo "Ahá! Não te disse? Não te disse? NÃO TE DISSEEEE, MINHA FILHA?????"

Depois de longos vinte e tantos anos em busca de um príncipe encantado, finalmente, ele aparece em forma de estudante universitário durante uma temporada que ela, seus amigos, Pedro e Amanda, e sua prima Nataly tiraram para espairecer em Costa do Sauípe, na Bahia.

Um ano se passou desde o Não Se Apega, Não e a Isabela que conhecemos no primeiro livro já não existe mais, dando espaço a uma moça madura em relação a seus sentimentos, e essa transformação é notória em todo o romance que não chega a ser bem um livro de autoajuda, mas tem um jeito encorajador de lidar com sonhos e autorrealização assim como o outro tem de lidar com o amor próprio.

Nesse período em que ela esteve no Nordeste, anonimamente, ela assina como Garota em Preto e Branco para seu blog que estimula a sua paixão pela escrita. Todo o sucesso que ela obtêm em poucas semanas na internet lhe serve de ponte para realizar seu sonho de ser autora. Na sua página, ela deixa seu coração falar sobre momentos difíceis e ameaçadores para sua amizade com os universitários, e isso envolve não apenas a Amanda e o Pedro, mas também o Gabriel, o príncipe.

O livro começa pelo climax da história. PÁ! Não é spoiler, gente, é só uma ótima maneira de segurar o leitor até o final. Admito, eu faria algo parecido se fosse escrever um livro. Isso esclarece muitas coisas, prende atenção do leitor aos pequenos detalhes ao decorrer da história, o ajuda compreender o que causou toda a confusão que ele já viu, totalmente leigo, e que verá novamente, com a resposta certa para o problema.

Todas as personagens do primeiro livro estão no segundo, mas nem todas que estão no segundo estão no primeiro. Se você não leu o primeiro, não tem problema. Sucintamente ela apresenta todo mundo, explicando como cada um entrou na sua vida e como permaneceu nela. Acho incrível como ela consegue lidar com a escrita, como ela sabe se expressar tão bem.

O final pode ficar meio vago, assim como o primeiro ficou, mas li que será uma trilogia e fiquei muito feliz com isso. Muito, muito boa a leitura, toda a história e a construção das personagens. Também, mais uma vez, tenho que ressaltar que amo a maioria dos exemplares da Intrínseca, simples, ótimos materiais e lindos como sempre. 


O texto neste post pertence a mim. Versão original disponível no Pampilho-Ordinário

Você pode ler também

13 comentários:

  1. Oi, Luis. Não gostei muito da proposta da obra, talvez porque é para um público mais jovem. Mesmo assim, achei legal saber que será uma trilogia. Os fãs, como você, com certeza vão curtir (rs).

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Vou ser franca contigo... eu não curto esse tipo de literatura... acho jovial demais, sem muita profundidade [a que busco numa leitura, entende?]... talvez ele funcione com outro público, mas não pra mim... não cheguei nem a ler o livro anterior...

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Comecei a ler o primeiro livro e não gostei, não passei do 2º capítulo, muito auto ajuda para adolescentes na minha opinião, por isso eu não leria este também...
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Mesmo eu não tendo lido o primeiro livro, acho que não pegaria o segundo, sem ter lido o anterior. Gosto muito da Intrínseca também, mas não sei se leria esses da Isabela. Mas é uma ótima dica.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Luís. Tudo bem?
    Sempre que vejo as capas desse livro eu fico com uma pontinha de curiosidade. Mas, não consigo sentir AQUELA VONTADE de ler, sabe? Apesar de parecer muito legal, não parece ser meu tipo de livro.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  6. Oi Luís, tudo bem?
    Acho o trabalho de capa e diagramação da Intrínseca maravilhoso. Eles são ótimos.
    Porém não tenho vontade de ler essa série, não fiquei interessada e, no momento, não pretendo ler. Mas parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  7. Olá, eu ainda não li esse livro nem o primeiro, mas gosto das capas e acho bem interessante o que a autora vem fazendo. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  8. Eu não li o primeiro por causa do estilo que não é muito o que me chama. E me parece mais voltado para adolescentes mesmo, então imaginei que não seria o público alvo. Lendo sua resenha, vi que o livro pode ser bem legal mesmo. Ainda assim, não é para mim, nesse momento! Sua resenha está muito boa!

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  9. Oi, Luis! Que bom que você apreciou a obra. Acho que para todo livro há um público. Eu, com certeza, não sou o publico desses livros.
    Ah,não sabia que seria uma trilogia. Que seja uma sucesso! Bom, parece que já é. A autora tem muitos fãs.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oláá
    Eu li o primeiro e achei bem legal, leria esse se tivesse oportunidade pois não é bem o que desejo, porém a autora tem uma escrita bem legal e sua resenha ficou ótima, bom saber que é uma trilogia

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá Luiz! Eu estou com o primeiro livro aqui, mas ainda não consegui ter aquela vontade de ler por completo. Li alguns trechos espero conseguir ler o restante em breve.

    Espero que suas expectativas sejam atendidas neste próximo volume! Abraço!

    ResponderExcluir

ATIVE AS NOTIFICAÇÕES de resposta clicando em "Notifique-me", no canto DIREITO da caixa de comentários.
Isso aumenta a interação entre blogueiro e leitor e você pode ler minha resposta :)