Mini Debate: Liberdade

23:05 Sofia Trindade - Fórmula do Amor 13 Comments



Oi Pessoal!
Fazia um tempo que eu deixei essa tag parada. Mas hoje quis voltar com ela. Para quem não conhece, o Mini debate, é um espaço que eu uso para que as pessoas deem sua opinião sobre determinados assuntos. Minha proposta não é discutir com a pessoa. Eu apena dou minha opinião e gosto de ver a opinião de outras pessoas.
Hoje eu escolhi um tema que faz parte da vida de muitos jovens. Liberdade!

Os jovens de hoje, querem ser livre para muitas coisas. Para fazer praticamente o que quiser. Vestir a roupa que quiser, ouvir o que quiser, ser o que quiser, etc. Porém quando se quer ter uma postura de liberdade, temos que colocar uma coisa na cabeça: Eu não ligo para que os outros falam!
Muitas pessoas, não tem essa visão de somos livres e diferentes. Por isso já vi inúmeras situações de pessoas que riem, fofocam e desprezam pessoas que querem ser livres e têm uma cultura diferente. Isso acontece com muita frequência, não só no Brasil, mas no mundo todo.

Minha Opinião: Aos 16 anos, eu descobrir o que é realmente ser livre. Eu vivia um mundo de "A Sofia que não podia se expressar". Eu era muito fechada. Tinha medo de ser quem eu realmente era. Só que esse ano, eu mudei, depois de perceber, que minha família me apoiava. Então eu me toquei, que não deveria ligar para o que os outros falavam. As vezes, eu peço a opinião para minha mãe e ela responde: "Se você gostou e se sente bem, ótimo!". Isso me dava um pouco nos nervos. Mas eu percebi que minha mãe estava certa. Se eu gostei e me senti bem, qual o problema? Claro, críticas construtivas são muito bem vindas e se é para melhorar eu aceito. Eu não quero viver uma falsa liberdade. Quero dizer, essas pessoas que são diferentes e querem ter seu espaço, mas não deixa que as outras pessoas tenham suas diferenças e espaço. E acreditem, eu já vi muitos pessoas com estilos considerados "bizarros", falando de outros estilos. Eu acho isso horrível. E estou trabalhando, meu interior, todos os dias para não agir dessa forma. Eu quero aprender a realmente respeitar as pessoas. Deixar elas terem a liberdade delas e usar mais a minha.

Bom essa foi minha opinião. E a de vocês? Qual é?

Você pode ler também

13 comentários:

  1. Eu acho que não existe uma liberdade completa, apenas parcial. E, para que ela exista, como você mesma comentou, é preciso que haja também respeito entre os indivíduos, porque a minha liberdade acaba onde a sua começa. No momento em que se priva alguém de expressar a sua opinião ou o seu estilo, estamos anulando a sua liberdade.

    A liberdade vem acompanhada com a responsabilidade e a consciência de seus atos. Eu acho que uma pessoa pode e deve fazer o que quiser com a sua vida, e ninguém tem nada o que se meter. Porém, é importante compreender que certas coisas são ruins e irão prejudicar tanto a saúde física quanto mental. Então, é preciso ter cuidado para não se machucar. E nós temos a liberdade de escolher o que e quem irá nos machucar (quase quote de A Culpa é das Estrelas kkkk).

    Bem, essa é a minha opinião.

    http://2surrealistas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo me disse isso uma vez, que a liberdade acompanha a consciência de nossos atos.
      Obrigada pela opinião.

      Excluir
  2. Eu ainda tenho um pouco de medo de me expressar totalmente, vivo pensando na opinião das outras pessoas. Em relação ao passado até que eu fiz um progresso, a criação do blog foi uma delas. Antes eu tinha medo, insegurança de mostrar para os outros os meus textos. Espero continuar superando isso, acredito que uma das melhores sensações da vida deve ser viver sem se preocupar com a opinião dos outros.
    Bjs

    http://escritorawhovian.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com o blog também perdi um pouco o medo de mostrar meus textos.

      Excluir
  3. Sou rebelada. Não sei se minha rebeldia vai me levar ao apogeu ou a ruína! Mas sou assim. Liberdade não é as pessoas me aceitarem da maneira que sou, é eu não ter medo de ser eu mesma, preocupada com o que os outros pensam.
    Do contrário, é dependência e comodismo e já não me serve, do que me vale estar livre enjaulada em minha própria liberdade?
    bjs da Le
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Ótimas palavras. Minha irmã também é rebelada kkk

      Excluir
  4. Tenho dificuldade em não me importar com os outros pensam. Eu sempre acabo me perguntando "mas o que eles vão pensar". Felizmente esse problema diminuiu bastante com o passar do tempo. Espero sinceramente que eu consiga ter mais confiança em mim mesmo. Acho que um bom jovem livre, é aquele que realiza suas vontades com confiança sem atrapalhar as vontades alheias.
    Beijos!
    http://thamirisdondossola.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. O fato é que os jovens da atualidade ainda são muito 'fissurados' nesta ideia de que a opinião dos outros é a que conta, o que não é verdade. Você deve se sentir bem consigo própria. E não afetando ninguém, o que importa é ser feliz. :D

    Bjos,me visita? :3
    Hayanne Deise Lins
    *Profissão Adolescente*

    ResponderExcluir
  6. Oi, Flor! Tudo bom?
    Somos duas que fomos fechadas até os 16 anos. Minha filha acabou sendo meu escape, e eu PRECISEI virar gente grande com essa idade, e com uma grande responsabilidade junto, então fui adquirindo meu espaço aos poucos. Acho que o principal ingrediente que sempre faltou é a confiança, sem ela mal fazemos coisas, não é mesmo?
    Acho que essa falta de liberdade de expressão acontece quando você não convive com pessoas da sua idade e vive só entre os mais velhos, o que acabou acontecendo comigo também. Meu primeiro namorado é 4 anos mais velho que eu, e quando saíamos os amigos dele tinham a mesma faixa de idade, então já viu né?
    Agora sempre que vou em lugares deixo a timidez de lado e vivo esse meu lado que recentemente libertei, porque viver assim não é pra ninguém, é horrível, e acho que a palavra liberdade é diferente para cada um. Pode ser no sentido de atitudes, palavras, sentimentos, descobertas. É tudo um pouco, e quando vamos nos libertando não existe nada melhor! Adorei você trazer esse debate, por favor, continue trazendo, porque compartilhar ideias é sempre bom, e abre nossos olhos;

    Beijinhos,
    Percepções Blog | Grupo: Mais um livro, Por favor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que é verdade. Eu ficava muito no meio dos "velhinhos" e talvez seja por isso que eu tinha o tal medo de expressão.

      Excluir
  7. Flor, a liberdade esta dentro de nós, basta querê-la! Pelo menso eu sempre penso assim! ^^ Mas confesso que sou uma pessoa bem fechada e com uma certa fobia social. e olha que sou bem mais velha que você hahaha

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir

ATIVE AS NOTIFICAÇÕES de resposta clicando em "Notifique-me", no canto DIREITO da caixa de comentários.
Isso aumenta a interação entre blogueiro e leitor e você pode ler minha resposta :)