ESTAMOS MATANDO A REVOLUÇÃO!

15:29 João Henrique Arantes 15 Comments


Já reparou que hoje em dia está cada vez mais difícil achar um artista fora dos padrões e com músicas completamente diferentes do que vemos todos os dias, ou do que as músicas que estão nos charts?
Bom, pelo menos aqui no Brasil na época da “Ditadura” onde aconteceram coisas realmente marcantes e horríveis, podemos ver que na música surgiu liberdade, e vontade de tornar as coisas possíveis.
Ok, minha opinião hoje poderia ser que “os artistas estão morrendo por dinheiro”, PODE SIM, mas também pode ser que “não temos mais nada para lutar, porque a vida é perfeita e nós a complicamos” é verdade? É VERDADE, mas se nós mesmos á complicamos, estão temos que “descomplicar” e lutar pelo o que achamos que é certo!
E infelizmente, está difícil ver isso!
Recentemente, eu vi a P!nk, se pronunciando sobre o VMA 2015, que aconteceu 30 de agostou; “Eu me sinto envergonhada e triste. E velha. Nós estamos envelhecendo, mas falando sério. Me sinto triste porque a música deveria inspirar. Salvou a minha vida. Este lixo não vai salvar a vida de ninguém. Em um mundo que está mais assustador e com vidas que valem ser salvas, quem irá salvar a alma? Os desprivilegiados, talvez. Além do Macklemore e do Pharrell e Bieber e The Weeknd, Tori Kelly também foi muito bem. O resto foi um tosco e embaraçoso e difícil para esta velha do pop acreditar” e ela não está errada!
E também recentemente no prêmio da Multishow,  o ator José de Abreu, mostrou sua infelicidade sobre o evento; “O fim da música” quando o Jornal (O GLOBO) fez uma manchete que confirmava que a premiação consagrou Anitta e Luan Santana.
Para ser bem sincero, não acho que música brasileira está perdida, ultimamente estou vendo esses cantores e bandas novos estão salvando a música Mpb e rock exemplo; Tiê, Supercombo...
O meu problema está ligado na música internacional mesmo!
Como Anitta é como eu, e não levamos desaforo para casa ela respondeu; “Ou o início de uma nova fase, já que estamos falando de jovens. E você, votou no seu preferido pra que fosse diferente?”
E para fechar a minha conclusão aqui, estamos vendo a parte um do grande final ainda!

Top “AS MÚSICAS QUE EU FALEI QUE ESTÃO SALVANDO O MPB” (5)


(Tiê – A Noite)
“Pro tanto que eu te queria, o perto nunca bastava
E essa proximidade não dava
Me perdi no que era real e no que eu inventei
Reescrevi as memórias, deixei o cabelo crescer
E te dedico uma linda história confessa
Nem a maldade do tempo consegue me afastar de você”

(Supercombo – Piloto Automático)
Eu devia sorrir mais
Abraçar meus pais
Viajar o mundo e socializar
Nunca reclamar
Só agradecer
Fácil de falar, difícil fazer”

(Céu – Falta de Ar)
“Isso me dá falta de ar
Não tem nada a ver com você
A má qualidade do ar
Me faz compreender”

(Maria Luiza – Doze)
“Tenho doze motivos pra te esquecer
Doze motivos para lembrar de você
Doze historias que te trazem a mim
Dúzias de memorias que beiram um fim”

(Silva – A Visita)
“E dizer-lhe ao pé do ouvido
Com um tom meio atrevido:
"Dois pra lá e dois pra cá"”

ESPERO QUE TENHAM GOSTADO, ATÉ A PRÓXIMA QUARTA-FEIRA
E ME DESCULPEM POR HOJE NÃO TER TIDO O "INCRÍVEL MUNDO DE..." MÊS QUE VEM TEM!

Você pode ler também

15 comentários:

  1. Olá :) Adorei o seu texto, é uma boa maneira de refletir sobre a situação da música atual. Na minha opinião.. os anos 80/90 pra trás foram os que tiveram as melhores músicas/bandas/cantores. *-* Sim, gosto muito de músicas antigas/clássicas. rsrs Mas, atualmente ainda existem músicas boas e de qualidade. :) Abraço! ;)
    Blog: http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/
    Página: https://www.facebook.com/BlogWonderfulBooks

    ResponderExcluir
  2. Olá
    eu devo concordar que o mundo da musica passa por uma grande tumulto, rsrs, e como já fala um parodia de G.A.Y " O Mundo Pop Esta em Guerra" kkk
    Bjks
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. A muitas musicas dos anos 80/90, que curto muito! E achei muito legal você fazer esse texto, parabéns e continue assim.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  4. Gosto da Tiê, Céu, mas achei que o texto precisa de um pouco mais de embasamento

    ResponderExcluir
  5. Oie joão, a ideia do seu post é realmente boa, mas a sua opinião e o uso dos exemplos ficou um pouco confuso pra mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, vou procurar me expressar melhor!

      Excluir
  6. É concordo em partes.
    Mas é assim mesmo. E ainda assim há boas músicas para se ouvir.
    Eu não curto muito rock e nem pop. Então...

    Beijinhoss...
    http://estantedalullys.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Para mim a música nacional caiu em nível de igualdade ou até mais comparada a música internacional. Só o fato de ver cantores como Anita ganhando prêmios já demonstra isso.
    Gostei muito de sua seleção de musicas, já conhecia Silva e Céu.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi! Tudo bem?

    Assim como a Lilian disse acima, sinto que o texto precisa de um pouco mais de fundamentação. Também precisa de uma revisão, há errinhos chatos para os leitores nele... Em partes, eu concordo contigo. E não sabia desse pronunciamento da P!nk no VMA.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem!?
    Baseado no que entendi, vou dar a minha opinião.
    Eu acho que gosto musical é meio subjetivo. O que a PINK ou você ou o vizinho, o primo o tio acham LIXO, a sobrinha, a avó e a mamãe gostam. Então, não acho que a musica está morrendo ou estão sendo feitas somente por dinheiro, acho que as gerações mudam e com elas as musicas, a arte, a literatura...

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo seu ponto de vista, mais não é porque as coisas mudam, que todo mundo parte para fazer a mesma coisa, não nem questão de gostar mais sim do artista se valorizar melhor seu trabalho fazendo uma coisa fora do padrão, que mornamente, chama mais atenção, como fez a Miley no último álbum dela, QUE EXPLODI O!

      Excluir
  10. Concordo plenamente com a Lumartinho, a música muda, as gerações e tudo mais, e, desculpe, mas discordo com o texto, cada artista tem seu modo de agir e criar, eu tenho minhas músicas preferidas e elas são diferente das que minha irmã gosta. A questão é que a música e todo o resto muda de uma forma, e tem aqueles que gostam e que não, gostos são gostos. E o diferente para nós, nem sempre é o diferente para eles.

    Abraços e até!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu não posso concordar e nem discordar de você, porque não acompanho as músicas contemporâneas brasileiras. Não sei até que ponto decaíram, mas noto que houve uma mudança cultural no teor das letras e isso, claro, me incomoda. Gosto sim de músicas de raiz, por outro lado percebo a valorização de artistas que, além de talentosos, considero grandes artistas.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu não conhecia essas bandas/cantores que citou, mas já curti algumas músicas. Sobre seu texto, eu também acho que a música está decadente e eu não sei a que se deve isso. Seja qual for o nicho escolhido pelo cantor, a qualidade caiu muito nas letras, produções, voz... Muito triste isso. Seu post é bem reflexivo sobre essa questão da mídia.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  13. Concordo com vc, mas o foda é que as midias que guiam o mundo, então se as midias dizer que funk é a musica do momento vai ser e ponto. As pessoas vivem pela midia, pela modinha e tals, são poucos os que tem cabeça e personalidade. Das musicas só conhecia Tie, as outras gostei bastante
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

ATIVE AS NOTIFICAÇÕES de resposta clicando em "Notifique-me", no canto DIREITO da caixa de comentários.
Isso aumenta a interação entre blogueiro e leitor e você pode ler minha resposta :)