Resenha: Silêncio

23:34 Sofia Trindade - Fórmula do Amor 1 Comments

Creditos www

Silêncio
Livro no Skoob: WWW
Livro: Silêncio
Autora: Richelle Mead
Ano: 2016 / Páginas: 280
Editora: Galera Record
Nota:

Sinopse: Pelo que Fei se lembra, nunca houve um ruído em seu vilarejo todos são surdos. Na montanha, ou se trabalha nas minas ou na escola, e as castas devem ser respeitadas. Quando algumas pessoas começam também a perder a visão, inclusive a irmã de Fei, ela se vê obrigada a agir e a desrespeitar algumas leis.
O que ninguém sabe é que, de repente, ela ganha um aliado: o som, e ele se torna sua principal arma. Ao seu lado, segue também um belo e revolucionário minerador, um amigo de infância há muito afastado em função do sistema de castas.
Os dois embarcam em uma jornada grandiosa, deixando a montanha para chegar ao vale de Beiguo, onde uma surpreendente verdade mudará
suas vidas para sempre. Fei não demora a entender quem é o verdadeiro inimigo, e descobre que não se pode controlar o coração.
Resenha: Fei é uma artista incrível. Seus desenhos tem a missão de mostrar para seu povoado as notícias do dia, pois por serem surdos essa é uma das poucas comunicações que lhe restam. Há muitas gerações que seu povoado não ouve e para desespero de todos alguns estão ficando cegos. Como boa parte das pessoas do povoado precisa trabalhar nas minas, para garantir a troca de comida por minérios, enxergar é mais do que necessário.

O que surpreende Fei é que no meio de tantos acontecimentos algo estranho e extraordinário acontece com ela... Fei consegue ouvir. Com essa novidade a moça decide descer a montanha até a cidade e conversar com os responsáveis pela comida de seu povoado. Junto com um antigo amor de infância, Fei descobre que as coisas não são como eles imaginavam e a partir daí ela terá que tomar inúmeras decisões que irá mudar não só sua vida, como a de todo seu povo.

Silêncio é meu primeiro contato com Richelle Mead. Já havia ouvido falar de outros livros da autora, mas calhou que essa acabou sendo minha primeira "aventura" com Richelle. O livro começa muito tranquilo e detalhado com a personagem principal, Fei, explicando como tudo funciona em seu povoado. Por ser um livo onde sua grande maioria é surda os diálogos são diferenciados do que costumamos ler, mas isso em nenhum momento foi um empecilho para realizar a leitura.

A obra tem uma carga muito boa de informações que poderiam ser mais exploradas. Entendo que o foco da autora pode ter sido Fei e seu povo, mas a impressão maior que ficou foi de que muita coisa poderia ser desenvolvida em outros livros e não ter encerrado daquela maneira.

Em sua maioria a leitura foi muito parada, sem nada de importante acontecendo para elevar mais a emoção de quem está lendo e quando acontecia era algo muito rápido, confuso e não tão desenvolvido como deveria ser. Epílogos sempre são os pontos altos em uma história, para mim, só que nessa situação acabou se tornando algo estranho que transpareceu uma pressa em terminar a história mais rápido do que deveria.

Algo que se tornou estranho na história também foi a forma como foi introduzida a mitologia para "explicar" algumas coisas do enredo. Do nada temos seres mágicos e protetores para colocar ordem em tudo e mudar a história, o que acabou se tornando uma pequena bagunça que contribuiu para minhas dúvidas e suposições do que se desenrolou no fim da trama.

Quanto a diagramação do livro minha única reclamação é em relação ao tamanho da fonte, em algumas partes meu único problema era o tamanho da letra que estava muito pequena. A capa está divina e a modelo escolhida foi perfeita para passar as características de força que Fei apresenta.

Mesmo tendo aquela facilidade de ler o livro faltou muito para que Silêncio fosse o livro que marcaria minhas leituras do mês e me mostraria algo novo que eu nunca havia lido. O livro é bom, não na medida e expectativa que eu carregava, e isso foi em partes decepcionante.
Resenha realizada em parceria com a Galera Record.

Você pode ler também

Um comentário:

  1. Oi Sofia, td bem?
    Eu adoro a escrita da Richelle Mead, dela eu li a série toda de Academia de Vampiros, mas ela tem muitos outros livros. Li algumas resenhas sobre Silêncio "medianas" como a sua, o que é uma pena! É até estranho ler que faltou acontecimentos, que o livro foi um pouco parado: não parece a Richelle que eu conheço, rsrs
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir

ATIVE AS NOTIFICAÇÕES de resposta clicando em "Notifique-me", no canto DIREITO da caixa de comentários.
Isso aumenta a interação entre blogueiro e leitor e você pode ler minha resposta :)