Resenha| Amor Plus Size, de Larissa Siriani

00:03 Sofia Trindade - Fórmula do Amor 0 Comments


Resultado de imagem para amor plus size
Imagem por: www
Autora: Larissa Siriani /Ano: 2016 / Páginas: 280 / Editora: Verus / Nota: 3/5
Sinopse: Maitê Passos é uma garota linda, de dezessete anos e mais de cem quilos. Ela passou a infância e a adolescência sendo resumida ao peso. Mas e quando é justamente esse o fator que pode mudar completamente a sua vida?
Em meio ao turbilhão do ensino médio, com uma mãe obcecada por dietas, um crush antigo por Alexandre, o cara mais gato da escola, e uma amizade deliciosa com Isaac, fotógrafo amador, Maitê vai descobrir que não precisa ser igual a todas as outras meninas para ser feliz.
Neste romance corajoso e cheio de reviravoltas, Larissa Siriani narra a história de uma jovem descobrindo seu lugar no mundo, construindo uma jornada incrível de autoconhecimento, aceitação e empoderamento

Maitê Passos é gorda. Seu tamanho fora do "normal" sempre incomodou sua mãe, que a empurrava dietas que Maitê nunca conseguiu seguir. Invisível na escola, apaixonada pelo carinha mais bonito de lá e lutando contra problemas de aceitação, a única coisa que a fazia feliz no momento era a presença de seu melhor amigo, Isaac, que desde pequeno a aceita como é e apoia seus sentimentos.

Foi Isaac, seu fiel escudeiro, que lhe deu o pontapé inicial para a carreira de modelo, que Maitê nunca achou que seguiria. E agora a bela moça terá que superar sua timidez e embarcar de cabeça nessa aventura que ira definir o destino de seu futuro e até mesmo sua carreira.

Quando li o título do livro e a sinopse, logo o solicitei. Estava afim de ler algo fora do padrão e quem sabe descobrir uma nova história que mexesse comigo de uma forma profunda. "Amor Plus Size" acabou se mostrando um pouco clichê em determinados pontos, e talvez, para mim, a autora tenha fugido só um pouquinho do assunto principal do livro.

Aparentemente o livro é um grande quebrador de tabu. E até é um pouco, mas não da forma que eu esperava. Tive um pouco de dificuldade de ler o que se desenvolveu na história e ainda não concordo tanto com algumas coisas presentes nele.

Vamos começar por uma coisa que tenho observado de tempos pra cá: a forma clichê e, de certa forma, padrão que os personagens "quebradores de tabu" vem apresentando em alguns livros. No caso em questão preciso ressaltar a forma como Maitê e suas amigas se referiam a meninas magras e populares de sua escola. OK, quem nunca falou mal de alguma colega de qualquer ambiente sociável que atire a primeira pedra, mas nesse caso foi muito incômodo ler as comparações que a própria excluída fazia de outras pessoas. A sensação de ver essas atitudes é meio sem sentido. Precisava muito ter algo diferente no enredo e talvez essa diferença fosse um pouco mais de sororidade* por parte das meninas.

Outra ressalva que pode ser feita é a necessidade que alguns escritores ainda encontram em fazer com que o bonitinho só se apaixone pela "diferente" depois que ela se transforma e entra no padrão social, nem que seja só um pouco. Digo e repito: isso precisa parar! Você não quebra preconceito nenhum insinuando que uma menina só vai ser amada se for feminina.

Saindo bem mais do conceito e aprofundando mais a questão técnica do livro, percebesse que Larissa Siriani ainda está evoluindo na forma de escrever e desenvolver o enredo. Por vezes me irritei com o excesso de expressões como: revirar os olhos e algumas referências excessivas a banda One Direction.

Os assuntos do livro se perdem um pouco. O que foi proposto como a história de uma modelo Plus Size se torna a busca por um romance não correspondido, no meio temos um caso de bulimia e anorexia e depois volta para um romance. A trajetória de Maitê como modelo foi meio que deixado de lado e com isso a lição de superação e amor próprio foi ficando um pouco apagada.

Mesmo assim acabei gostando da leitura por ter sido leve e simples. É muito válido recomendar a leitura para meninas que estão passando pela fase da puberdade e querem encontrar uma personagem com suas formas nos livros. A única coisa que espero é que da próxima personagens como Maitê foquem mais na própria valorização e não em coisas secundárias.

Sororidade é a união e aliança entre mulheres, baseado na empatia e companheirismo, em busca de alcançar objetivos em comum.

Resenha feita em parceria com o Grupo Editorial Record.

Você pode ler também

0 Comentários:

ATIVE AS NOTIFICAÇÕES de resposta clicando em "Notifique-me", no canto DIREITO da caixa de comentários.
Isso aumenta a interação entre blogueiro e leitor e você pode ler minha resposta :)