Um Minuto de Lamento

19:31 Sofia Trindade - Fórmula do Amor 2 Comments



Se arrependimento matasse,
sufocando o que resta de ar
e triturando minhas veias,
tornaria a me levantar.

Se arrependimento matasse,
ensandecendo as dúvidas
e corroborando a demência,
louco eu estaria; perverso,
pulando no asfalto pra nadar.

Se arrependimento matasse
com espada e canhão,
arma de fogo ou magia negra,
ninguém restaria inocente,
ninguém teria certeza.

Se arrependimento matasse
como tu age em sentença,
talvez fosse mais brando
e aceitasse minha clemência.

Arrependimento mata,
pra morrer junto, às vezes.
Arrependimento mata;
estou morto há meses.

(devaneios do 113)


Thiago Dalleck

Você pode ler também

2 comentários:

  1. Goostei do Post Muito , Bom ;)
    - Da Uma passadinha No meu Blog Espero que Goste do Meu Post ..
    http://moodabelezza.blogspot.com.br/2013/06/coisinhas-lindas-e-fofas.html
    - Beijinhos :*

    ResponderExcluir
  2. profundo.... meio que, eu tambem estou assim sabe... gostei do poema ~ou foi poesia? nao sei a diferença~ eu amei, eu to pensando nisso, me arrependo muito de algo que fiz, de algo que falei mas... é como a Demi Lovato diz ~se nao me engano foi ela que disse~ eu nao volto atrás, por que se pudéssemos voltar atras, nunca seguiríamos em frente... e eu penso assim rsrs

    -> inocentementeingenua.blogspot.com

    ResponderExcluir

ATIVE AS NOTIFICAÇÕES de resposta clicando em "Notifique-me", no canto DIREITO da caixa de comentários.
Isso aumenta a interação entre blogueiro e leitor e você pode ler minha resposta :)