Mini Debate: Os dois lados da moeda - Aluno x Professor

21:31 Sofia Trindade - Fórmula do Amor 9 Comments



Eu estudo em escolas públicas desde que me entendo por gente. Não ligo muito pelo fato de ser pública, até porque vejo escolas públicas maravilhosas. Mas desde que entrei no Ensino Médio, há um ano atrás, uma coisa vem me incomodando muito. É a falta de preparação dos professores e a falta de interesse dos alunos. Então decidi mostrar um pouco da minha experiência até aqui e mostrar que nem sempre a culpa é do aluno.

Acho que desde que as escolas começaram a surgir existem alunos que não estão nem ai pra nada e só jogam a merda no ventilador. Você mesmo, que é estudante, pode confirmar que existe aqueles que são considerados os piores da sala. Mas existem os bons e que querem estudar e são esse alunos que são prejudicados por tanta besteira dentro de uma sala de aula. Se for parar pra pensar, desde que entrei no Ensino Médio não tenho aprendido nada mais do que a simples matéria da oitava ou sétima série. Ah mas por que? Porque eu não tenho professores. Isso mesmo! Só esse ano (2014) eu já tive exatamente 3 professores de Filosofia. O primeiro trocou de escola, o segundo se revoltou pois não conseguia dar aula e hoje (20/10/2014), depois de ter ficado dois meses com uma substituta de Geografia (isso mesmo, se falta professor é uma professora de Geografia que fica no lugar), chegou um professor que logo no primeiro dia não conseguiu dar aula. E não para por ai. Nós também fomos abandonados pelo professor de Historia, de Física, de Português, de Artes e de Geografia. Resultado? Duas professoras substitutas que não sabem nem ensinar a própria matéria, pois elas ensinam Geografia, ocuparam o cargo dos professores que faltaram e deram nossas notas. "Ah Sofia, mas elas estão ajudando vocês a não repetir de ano". É, até séria uma ótima ajuda, se os alunos não ganhassem nota de uma forma horrível e escrota. Geralmente a forma de avaliação é assim: A apostila vale 2, o caderno 2, comportamento 2 e as provas 4. Com as "anjos de nota" ficou assim: Copie os 3 textos que eu passei o bimestre inteiro e puxe o meu saco que eu te dou no minimo 5 e no máximo 7. Isso mesmo, em pleno segundo ano do Ensino Médio nós somos obrigados a copiar textos para ganhar nota. Quer que a situação melhore? Pois não melhora! Não são as professoras que passam o texto na lousa, são as alunas que aceitam passar. As professoras passam texto que não tem exatamente nada a ver com a matéria que elas estão substituindo e o pior elas não leem o texto e não explicam a matéria. Resultado: Eu perdi dois anos da minha vida no Ensino Médio. Dois anos de nada.
Eu ouço professores reclamando do salário e da falta de apoio do governo. Tá ate ai tudo bem, só que não é porque eles não ganham um salário adequado que devem deixar de fazer seu papel de professor. A minha mãe é professora e achei extremamente estranho, pois há uma semana estava pensando em fazer esse post, quando nos deitamos e ela (sendo professora e ganhando muito pouco), me falou que os professores de hoje em dia estão desistindo de suas responsabilidades. Detalhe, ela é professora de Educação Infantil e não de Ensino Médio. Eu entendo que está bem difícil de dar aula em uma situação dessa, só que quem está sendo prejudicado são os alunos que querem aprender. Alunos como eu, que precisam de apoio para escolher uma carreira que goste.
Eu só espero que essa situação mude e que ano que vem não seja mais um ano perdido. E que os professores não desistam de nós alunos. Pois um precisa do outro. Enquanto isso, infelizmente, vou ter que acordar as 6 da manhã para ir para a escola simplesmente ler (até porque eu aprendo mais com os livros do que com as matérias).

Você pode ler também

9 comentários:

  1. Meu bem, estou passando pela mesma situação. Os professores estão desmotivados, os alunos "cagando"... Só esse ano, tive 3 professores de matemática e 2 de química. Os professores não querem dar aula, alguns passam seminários (ou seja, os alunos que dão aula no lugar deles) e outros simplesmente não fazem nada. E detalhe, estudo em uma escola particular (considerada boa). O ridículo é ver esses meus professores reclamando do ensino público... como se o ensino particular estivesse melhor... Ambos estão fracos. Por sorte estou no 3º médio e daqui a alguns meses estarei livre, mas ainda sim, tenho pena das pessoas que ainda continuaram na escola. Adorei sua postagem, foi bom ver que o problema não está acontecendo apenas comigo. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOI, Sooooooofi *u* Tuuuudo bem? Aaah, eu também estudei em escolas públicas a minha vida inteira... Eu, diferentemente de você, acho que escolas públicas são péssimas. Não tooooooooodas. Mas as estaduais, pelo menos. Cara, eu não gosto de bancar a chata na sala e gritar para todos ficarem quietos, então eu faço assim: tento ouvir o que o professor tem q dizer e, se não entendi, peço para ele explicar em particular pra mim ou estudo em casa. É simples :3

    Ah, já vi muito disto. Alunos desinteressados. A minha classe, por exemplo, é considerada a pior da escola, acredita? Pois é. E com estes "bons alunos", você quis dizer eu e você, né? Estamos inclusas? UHEUHEUHE ♥ Nossa, que coisa, hein? Tá que nem eu. Tô aprendendo como descobrir a área de um quadrado!! Minha prima de seis anos tá aprendendo isso!! E eu tô na oitava série! Tá de palhaçada com a minha cara, né? Pelo amor de Deus! Não tem professores? No começo e no meio do ano, não tínhamos também. Mas agora encontraram alguns, mas ainda assim estamos atrasados na matéria e temos de correr com tudooo por conta do vestibulinho. Um saco. Concordo contigo, a ideia seria ótima se os alunos se esforçassem para obter determinada nota :3 Mas não, as obtêm de maneira hedionda. Injusta. Meu Deuuuuuuuuus, dessa eu não sabia! As alunas se oferecem para passar lição na lousa? Tá de brincadeira! Cara, que absurdo!! Mas isto de os professores passarem coisas nada a ver com a matéria estudada no momento, é a pura verdade. É foda, cara. Quando é aula de matemática e a bendita professora falta, vem um professor substituto pra ensinar história. Será que pode? :o Sua mãe está certíssima. Os professores estão desistindo. Você acredita que a minha professora de história teve um derrame por nossa causa? Quer dizer, NOSSA, não! Culpa dos delinquentes. Sou que nem você. Anseio seguir uma carreira, ter uma boa vida e feliz. Mas tá sendo impossível. Também espero que o ano que vem não seja perdido. Espero mesmo ♥

    Texto maravilhoso, parabéns <33

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
  3. o que posso dizer... eu sei exatamente como é, mas um dos motivos é a falta de educação EM CASA, os pais nao ensinam nao educam nao corrijam seus filhos e dá nisso, falta respeito com os mais velhos, com os professores, e professores tambem fazem isso, é uma tristeza, mas ainda acredito que isso possa mudar.... no ensino medio eu fui para a melhor escola publica da minha cidade onde o maior índice de aprovados do enem beleza, estudei o primeiro ano - e nao era lá essas coisas nao - fiquei 6 meses sem professor de quimica, e quando chegou ele so dava em cima das meninas - isso quando ele ia pra escola - tinha o de fisica que so ficava dando tiradas patadas nos outros e com ignorancia. No segundo ano fiquei sem prof de quimica novamente, e quando chegou - no 3 e 4 bimestre- ele so falava de um assunto nas aulas, nunca mudava, dai fui para o glorioso terceiro ano - esse ano - e me FUDI - perdoe-me as palavras minha flor- pois, eles pegaram muito no é, cobrando que segundo eles os professores da escola nos deram aula, tirei bomba em quimica em fisica, quase reprovei, resultado, sai da escola e fui para uma "barrela" :c

    voltei com o blog :3 se quiser visitar fica a vontade inocentementeingenua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. É estranho perceber como, em todos os setores da sociedade, as coisas estão piorando, cada vez as pessoas parecem não ligar para suas responsabilidades e tudo tem ficado cada vez mais difícil. Sinal do fim dos tempos.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Lamento dizer que a situação se repete no país inteiro.
    Se estou hoje numa universidade pública é porque tive a oportunidade de estudar no Instituto Federal durante parte do ensino médio. Mas mesmo lá a situação é tão precária quanto qualquer outra escola pública. A diferença é que lá eu aprendi uma lição valiosíssima: ou você se vira, ou você roda. E penso que todo estudante de ensino médio desse país devia aprender isso, pois é assim que vão tratar vocês na faculdade. Se derem sorte de achar um professor que se importa, agarrem-no com unhas e dentes, mesmo que ele não explique a matéria direito, mesmo que não vão com a cara dele, dêem-se por satisfeitos por ele não ser um sádico que acha divertido reprovar oitenta por cento da turma.
    É ruim dizer isso, mas o Estado, de modo geral, não se importa conosco. Sei que é dever dele, mas se você quer realmente crescer na vida, não dependa do Estado pra nada - nem pra educação, nem pra saúde, nem pra segurança. Você disse que lê na sala de aula. Continue assim! Aliás, se a biblioteca da sua escola tiver um acervo bom, use-o. Não espere pelos professores para ter conteúdo. Hoje temos a internet, o Youtube, e fácil acesso a jornais, revistas e livros. Eles serão seus professores. E quando encontrar algum professor que realmente exerça sua função, como eu encontrei, absorva dele o que puder, mas não espere isso acontecer. É você quem vai trilhar seu caminho.
    Boa sorte, menina.
    Ainda tens um longo caminho pela frente.

    ResponderExcluir
  6. Oi Soooooofia, como vai? Então vim visitar seu blog através do grupo do facebook e esto em um grande estado de amor, sério! Com toda certeza estou seguindo!

    Também sempre estudei em escolas públicas. E quer saber de uma coisa? Eu não abro mão dela pela particular. Váaaaaaais pessoas falam: nossa mais o ensino particular é bem melhor, e blaá blá blá. Só que o que eles não percebem é que: O ensino é o MESMO, a matéria também. Acontece que na particular os pais tiram o dinheiro do bolso deles, ou seja, você acha que vai ter alguém fazendo bolinha de papel e jogando pro outro, enquanto seu pai está pagando a escola? Pois é.
    É triste saber que o Brasil chegou a essas condições. O Brasil, é um dos países que tem a pior educação...
    É um estado lamentável, já que, em plena sala de aula vemos alunos DEITADOS, 99% dos alunos mexendo no celular enquanto o professor EXPLICA MATÉRIA.
    A minha sala sempre foi considerada a melhor barra pior. A gente sempre teve as melhores notas mas a conversa...
    No começo do ano, a gente teve muitooooos problemas com essa coisa de professor. Nosso professor de história, simplesmente chegava na sala, mandava a gente ler o livro e ficava MEXENDO no celular. Chegou a um ponto insuportável, a gente não estava entendendo NADA. E fomos reclamar. Hoje ele mudou, explica a matéria, ensina, e talz. Mas, por favor, né? Se nem os professores querem ensinar imagina se os alunos vão querer aprender?? Sem contar, que, os professores eles ainda não se deram conta que a gente não consegue mais ficar 60 minutos sem falar só copiando dever, a gente quer coisa nova, coisa divertida, que se aprenda brincando e interagindo.
    Outro assunto é esse papo de substituta... Aqui na minha escola QUASE sempre falta professor. Aí eu te pergunto, porque que NÃO LIBERA? Porque fala sério, eles passam 15764 textos que não tem nada a ver com a matéria, texto que ninguém lê, texto sem nexo! Um estado ridículo.
    Tá na hora do Brasil acordar. Do povo acordar. Porque com essa baderna, do vamos poder esperar do futuro? O que será a cultura? O que os pais vão ensinar para os filhos? Como que liga um celular?

    Beijos ♥
    http://garota-interior.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Sofia!
    CONCORDO PLENAMENTE com tudo o que vc disse!
    Só vejo professores reclamando do salário, não sem razão, mas tem muitos por aí que não fazem seu trabalho direito, não tem preparo para dar aula de verdade!
    Os professores de filosofia e sociologia são os piores! Estou na faculdade agora, e tive uma matéria de introdução as ciências sociais. Percebi que não tinha base NENHUMA em Sociologia, comparada aos meus colegas. Essas formas de avaliação são ridículas, realmente é uma questão muito preocupante! Mas como mudar, né, é complicado!
    Beijos
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oiii Sofia. Menina, graças aos deuses (e a mim, claro, kkk) já passei dessa fase. Mas como eu sofri. O ensino fundamental foi ótimo (do ponto de vista acadêmico, já que eu era o patinho feio da turma); a escola era municipal e o ensino era muito bom. No ensino médio, as coisas não eram tão, tão ruins. Tinha de tudo. Tive uma professora que tocou uma garrafa dágua no meu colega uma vez e puxava os cabelos dos alunos. Por incrível que pareça ela era uma das melhores. sério! kkkk. Porque apesar de doida (às vezes ela se atirava no chão) se importava muito com os alunos. Dava reforço (sem cobrar), apoiava, explicava mil vezes, inventava música pra ajudar o pessoal a aprender, enfim. ela tentava de tudo, mas era beeeem exigente. E tive mais alguns, uns doidos, uns queridos, uns bons, alguns péssimos. Mas a merda mesmo veio no meu curso técnico. Menina, eu abandonei tudo meio semestre antes de me formar pq n aguentava mais, tava em depressão. Os professores n ficavam nas aulas e detalhe , isso dentro de um laboratório químico. e se houvesse um acidente? eu trabalhava, largava minha família em casa para aquilo? chegou uma hora que eu disse. adeus. to indo embora. é palhaçada demais. acredita que em um sábado, meu professor teve a cara de pau de ir embora no começo da manha (umas 9h) e a aula só terminava meio dia, porque queria comprar ração pro cachorro? nada contra os cachorros, mas tá loco néh? n tinha mulher? filhos? pq não comprou em outro dia ? Aquela foi a gota dágua. eu sei o que vc deve estar pensando. abandonou a carreira por nada. não, definitivamente essa n era a minha carreira. eu sou das letras <3 . E ainda tinham os meus colegas, que adoravam quando esses professores passavam a aula inteira conversando. Achavam isso a melhor coisa do mundo. Será que essas merdas n tinham nada melhor pra fazer? pq eu tinha. eu tinha q dormir, cozinhar, lavar, passar, passear, namorar. Enfim, foi tudo uma tortura. e agora estou aqui. Escrevendo e escrevendo e escrevendo.
    Sei que tem muito aluno q n da valor pro professor (já fui assim e me arrependo, pq depois sofri td isso com os professores do técnico). Mas tem muito professor abusado. que não copia a materia. que passa para os alunos. que passa a aula tomando café. que só espera o dinheiro na conta no fim do mês. E cara, eu acho que se o pagamento é tão ruim, muda de profissão ué.
    o mundo precisa de professor. mas professor de verdade. não o que sai da sala de aula pra comprar ração :(
    Ufa, desabafei.
    beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Primeiramente quero dizer que faço minhas as suas palavras!
    sempre estudei em escola pública e até o ensino médio não tinha notado a falta de preparo de praticamente todos os professores da minha escola.
    me formei, prestei alguns vestibulares, prestei etec e fiz o enem,não consegui um bom desempenho nos vestibulares,como era de se esperar,tendo em vista três anos de ensino médio vendo as matérias de oitava serie.Passei na etec,fiz curso técnico,hoje estou formada e quero entrar em uma universidade particular.
    Sei que sem preparo não irei conseguir um bom resultado novamente então optei por fazer um cursinho preparatório para vestibular no objetivo, e foi a melhor decisão que poderia tomar!
    Os professores são extremamente preparados e dominam completamente a matéria, ensinam de um modo inusitado e prendem a nossa atenção, nunca tive tanta vontade de estudar como agora!
    posso afirmar que estou aprendendo muuuuuuuuito em apenas três meses de cursinho,estou aprendendo mais do que em três anos no ensino médio.
    Nos que não temos condições financeiras de estudar em uma escola particular podemos tentar investir em um cursinho, o valor é menor e essa é uma das alternativas de tentarmos ficar em pé de igualdade comos alunos das particulares na hora de prestar um vestibular.

    então é isso prima, se vc puder fazer cursinho ano que vem faça!
    faça o ano inteiro de preferencia...

    Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir

ATIVE AS NOTIFICAÇÕES de resposta clicando em "Notifique-me", no canto DIREITO da caixa de comentários.
Isso aumenta a interação entre blogueiro e leitor e você pode ler minha resposta :)