Resenha: Confissões de inverno

16:46 Sofia Trindade - Fórmula do Amor 8 Comments

Confissões de Inverno
Autor: Brendan Kiely
Páginas: 224
Editora: Arqueiro
Nota


Sinopse:À medida que sua família se desintegra, Aidan Donovan, um adolescente de 16 anos, procura consolo em estimulantes químicos, no estoque de bebidas do pai e nas atenções do padre Greg, o único adulto que realmente o escuta.
O Natal chega e seu mundo entra em colapso quando ele reconhece o lado obscuro do afeto que o padre Greg lhe dedica. Enquanto tenta dar sentido à própria vida, Aidan conta com o apoio de um grupo de amigos desajustados: Josie, a garota por quem se apaixona; a rebelde e espontânea Sophie; e Mark, o carismático capitão da equipe de natação.
Confissões de inverno mostra as formas pelas quais o amor pode ser usado como uma arma contra a inocência – mas também pode, nas mãos certas, restaurar a esperança e até a fé.

Resenha: Aindan é um menino de 16 anos, com problemas que alguns meninos da idade dele também já passaram e outro problemas que nem mesmo a pessoa mais velha do mundo suportaria passar.
Seu pai foi embora  e sua mãe tem coisas mais importantes no momento para fazer, digamos assim...

O livro começa nos mostrando o declínio que a vida de Aindan tomou, com a destruição de sua família, uma vida solitária que conta com um pouco de amor de sua empregada, Elena, e um padre ao qual ele adquiriu um enorme apreço.

Eu já disse em algumas resenhas que determinados livros me pegam de surpresa principalmente quando eu não dou muito por eles. Confissões de Inverno se encaixa perfeitamente nesse quadro e até agora não me arrependo de ter solicitado à editora.

Ao iniciar a leitura, logo na primeira página, comecei a imaginar que seria uma leitura cansativa e muito lenta, pois o autor despeja uma tristeza que nos dá essa leve impressão. Ao continuar os capítulos fui pega totalmente de surpresa porque eu simplesmente devorei a obra de Brendan Kiely, e estou surpresa até agora.

O livro trata de uma questão delicada: Abuso sexual. Mas em nenhum momento temos algo pesado, pelo contrário o autor soube narrar tão delicadamente a situação que podemos entender tudo que se passa na cabeça e na vida de pessoas que já passaram por isso.
A escrita do autor conseguiu me sugar e me levar para o mais profundo que existe dentro de Aindan e fui pega desprevenida ao sentir tudo que ele sentia ou pensava.

O que mais me agradou foi a construção que o autor fez questão de deixar claro. Aidan e sua mãe passam por um processo que nenhum dos dois tinham passado, mas ao se ver no declínio que entrou sua mãe busca força para resgata-los e não vai descansar enquanto não recuperar tudo que perdeu de viver com seu filho. Assim ela passa por um momento de redenção e percebe que tanto ela quanto seu filho precisam se unir para curar feridas.

Como eu disse, por conta da escrita de Brendan podemos ter uma visão mais ampla do assunto, mesmo que o livro seja narrado por Aindan e mesmo assim creio que isso favoreceu mais ainda.
Eu nunca tinha me aprofundado na questão do abuso sexual e a leitura foi meu primeiro contato. Poder ver a reação das pessoas que estão envolvidas de alguma forma me deixava com raiva, mas compreendi que mesmo sendo uma ficção os personagens tem dúvidas e medo, e é isso que os tornam reais.

Kiely mexeu comigo. Seu livo, suas palavras, seus personagens são como um enorme cutucão destinado as pessoas da nossa sociedade. É como se cada personagem dissesse: Ei! Nós estamos aqui!
Recomendo para todos! Sem limites ou discrição. Não se deixem enganar pelo tema que aborda ou a sinopse. Leiam! O turbilhão de sentimentos que o livro cria vai mudar sua forma de pensar... Vai mexer com você.

Você pode ler também

8 comentários:

  1. Oiii, tudo bem?
    Eu me interessei bastante por esse livro, é uma obra que gostaria muito de ter a oportunidade de ler, vou anotar na minha listinha, adorei as fotos.
    Beijos
    http://segredosliterarios-oficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oieee.
    Me parece um livro bem triste. Tem uma carga dramática grande. Gosto de ler coisas assim. Mexem mesmo com a gente.
    Bela resenha.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Oi! Tudo bem? Ele é um livro muito bonito e tem uma ótima premissa, me chamou bastante atenção e não vejo a hora de ler.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  4. Olá, estou vendo muitas pessoas elogiarem esse livro e confesso que sua resenha me cativou a ir atrás dele para ler. Estou bem curiosa com ele e espero lê-lo em breve!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    É sempre bom ser surpreendida positivamente por uma leitura, então fico super feliz por você!
    Confesso que não tinha me interessado muito por esse livro, mas essa é a 3° resenha positiva sobre ele que leio essa semana e estou bem curiosa agora.
    Nunca li nada sobre o tema abuso sexual, e fico feliz que o autor tenha conduzido a história de maneira a não ficar pesada demais.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  6. Eu realmente não sabia que esse livro abordava o tema abuso sexual até uma resenha que li a respeito. A sua, flor, é a segunda opinião que leio e gostei de saber que também aprovou a narrativa do autor e conseguiu se sensibilizar com a situação do personagem. Com certeza, pretendo ler essa obra.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Acho interessante o livro abortar o tema de abuso sexual, mas eu não consigo ler livros com esse tema. Acho algo forte demais até pra mim que gosto de livros com temas fortes. Prefiro não ler rsrs

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  8. Bem interessante, vai ficar na minha lista de futuro porque tenho muitos para terminar.
    Bj e fk c Deus
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir

ATIVE AS NOTIFICAÇÕES de resposta clicando em "Notifique-me", no canto DIREITO da caixa de comentários.
Isso aumenta a interação entre blogueiro e leitor e você pode ler minha resposta :)