Resenha de Abandono: Zumbeatles

19:33 Sofia Trindade - Fórmula do Amor 2 Comments


 ZumbeatlesAutor: Alan Goldsher
Ano: 2016 / Páginas: 352 Página do abandono: 100
Editora: Galera Record
Nota:
Sinopse: A verdadeira invasão britânica chegou. Eles estão mais mortos-vivos do que nunca.
Nessa divertida releitura da trajetória da mais famosa banda inglesa, acompanhamos os principais acontecimentos na vida desses mitos do século XX... porém com um pequeno detalhe: os músicos são zumbis. Não os lentos e imbecilizados zumbis aos quais estamos acostumados. Mas zumbis espertos, rápidos e cheios de sex appeal. Além de alguns truques de controle mental. Entre sangue, suor, guitarras e iê-iê-iê — e a perseguição do implacável caçador de zumbis Mick Jagger —, eles são atacados por uma ninja do oitavo nível, Yoko Ono, condecorados pela rainha e consolidam uma invasão mundial.

Resenha: Entrando na moda de "zumbificar" personagens importantes que marcaram a história do mundo, Alan Goldsher trás em seu livro uma das maiores bandas que existiu: os Beatles.
John Lennon foi transformado, de forma bizarra, em zumbi pouco depois de ter nascido. Cresceu "normalmente" sendo um zumbi que mais tarde se tornaria um músico muito famoso ao lado de seus companheiros.

Não posso falar muito sobre o livro pois o abandonei nas cem primeiras páginas. Misturando a história da banda com um mundo zumbi, Alan Goldsher tenta reproduzir o que alguns autores, como Seth Grahame-Smith, fizeram quando o vírus zumbir invadiu a literatura, arrebatando milhares de fãs dos mortos-vivos, transformar alguns nomes do passado em zumbis e ver no que isso dava.

De forma cansativa e estranha o autor tenta conduzir a história da banda desde sua transformação até a escolha de seu nome. Como se fosse uma investigação jornalistica podemos ver o ponto de vista de pessoas importantes que estiveram na vida dos músicos e os conhecem mais profundamente. A leitura segue arrastada, as vezes confusa e talvez a escolha do autor de tentar misturar seres de outro mundo com personagens reis não tenha sido muito boa quanto ele imaginava.

O livro propõe que vejamos a vida dos músicos de forma engraçada e diferente, mas infelizmente isso não funcionou tão bem para mim. O problema não foram os zumbis (até porque já estou acostumada com eles porque tento sempre estar acompanhando as novidades desse universo), mas sim como o autor tentou forçar um pouco a barra nesse mundo paralelo.

A forma como as pessoas eram transformadas em zumbis é, ao mesmo tempo, muito diferente e muito nojento, e isso me agradou bastante, pois ver as diferentes formas de transformação gera sempre uma curiosidade para ver como tudo irá prosseguir, mas a curiosidade parou por ai.

Talvez o fato de não ser fã da banda tenha contribuído um pouco para o abandono, então recomendo para os fãs dos Beatles ou para aqueles que conhecem em partes sua trajetória e vida.

Resenha feita em parceria com a Galera Record

Você pode ler também

2 comentários:

  1. oi sofia ^^
    mana eu tbm não sou fã da banda e isso já é um ponto negativo, porém estou tentando levar.
    estou realmente um pouco confuso em alguns momentos da leitura e tentando terminar, mas não sei se vou conseguir chegar até o final. estou achando que esse vai ser o terceiro livro abandonado do ano. Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  2. Gosto MUITO dos beatles, mas não me interessei pelo livro. Talvez por eu n fazer muita questão dessa fantasia zumbi mesmo. Hahahah. Bjs

    http://radarmexeriqueiro.blogspot.com.br/2016/04/documentario-amy-winehouse.html

    ResponderExcluir

ATIVE AS NOTIFICAÇÕES de resposta clicando em "Notifique-me", no canto DIREITO da caixa de comentários.
Isso aumenta a interação entre blogueiro e leitor e você pode ler minha resposta :)