Resenha| O Papai é Pop 2, de Marcos Piangers

00:16 Sofia Trindade - Fórmula do Amor 0 Comments

Autor: Marcos Piangers / Ano: 2016 / Páginas: 112 / Editora: Belas-Letras / Nota: 4/5
Sinopse: O papai é pop está de volta! Marcos Piangers vai colocar você no banco de trás do carro, ao lado das filhas Anita e Aurora, para contar novas histórias - algumas comoventes, algumas divertidas e outras talvez um pouco nojentas - sobre essa coisa absolutamente comum e extraordinária que é ser pai.
Um sentimento que não se pode explicar, não se pode entender. Só se pode viver. Porque você não vai ter um filho para obter vantagens, descontos, deduções do imposto de renda ou balões de graça sempre que for ao shopping. Um filho vai esgotar suas economias e minguar suas noites de sono. Vai sujar suas camisas novas e desenhar em suas paredes.
Você vai ter um filho, na verdade, por um único motivo: para aprender a amar outra pessoa mais do que a você mesmo.
Depois de "O Papai é Pop" ter feito sucesso Piangers, autor dos dois livros, decide lançar "O Papai é Pop 2" dando continuidade as suas crônicas que nos contam do dia a dia de ser pai. O livro dessa vez conta com uma linda introdução da mãe de Piangers, que decidiu falar abertamente de como foi a vida de mãe solteira para ela na época em que foi jovem.

Em "O Papai é Pop 2" pude mudar minha opinião sobre algumas coisas que li no primeiro livro. A impressão que ficou ao ler o primeiro volume foi que Marcos era um pai que se esforçava demais para ser perfeito, já no segundo o autor relaxa um pouco mais e abre mão de passar essa perfeição por algo mais real, sensível que mostrasse a paternidade como um todo.

O trabalho da editora Belas-Letras mais uma vez está incrível, e vai chegar uma hora que nem precisarei mais falar isso de tão acostumada que vou ficar com a perfeição da diagramação e das ilustrações presentes no livro.

Assim como "O Papai é Pop" e "A Mamãe é Rock", livro de Ana, mulher de Piangers, recomendo muito "O Papai é Pop 2". Foi como eu disse nas outras resenhas, não precisa ser pai ou mãe para entender a mensagem do livro, basta apenas ser filho.

Resenha feita em parceria com a Editora Belas-Letras.

Você pode ler também

0 Comentários:

ATIVE AS NOTIFICAÇÕES de resposta clicando em "Notifique-me", no canto DIREITO da caixa de comentários.
Isso aumenta a interação entre blogueiro e leitor e você pode ler minha resposta :)